×
Já é um membro?
Esqueceu sua senha?

Mulheres de todos os estilos, casada ou solteira

Já tive mulheres solteiras de várias idades e de muitos estilos. Ricardo adorava essa canção. A música falava muito bem da sua personalidade. Ele era um conquistador, que procurava mulheres solteiras e adorava paquerar. O seu público alvo eram as mulheres solteiras. Elas sempre estavam meio tristes e ele parecia para consolar e deixar a solteira mais feliz e alegre. Elas também adoravam o estilo de Ricardo. Forte, sensual e com uma ótima situação financeira. O rapaz sempre chegava com alguma marca de moto bem famosa e as garotas iam a loucura quando viam a cena. Só que Ricardo estava cansado de festas e várias mulheres solteiras. Ela estava descontente com a situação e desejava uma boa companhia para ir ao cinema ou em shows. Um dia ele foi em uma festa tradicional da cidade e todas as mulheres solteiras da festa o paqueravam. Ele detestou aquela experiência e fiz uma despedida corta se e partiu para um bar de esquina que era conhecido pelo público alternativo que frequentava. Ele chegou no local e pediu uma água. Estava meio cansado e com dor de cabeça. Uma morena de saia vermelha e jaqueta verde limão sentou ao seu lado e resolveu conversar com o estranho. Era o primeiro encontro de muitos que aconteceriam na vida do casal.

A banda das mulheres solteiras

Todas elas estudavam comunicação. Cada uma tocava um instrumento. Manuela sempre tivera o sonho de tocar uma banda e ser famosa. Cláudia tinha largado a sua banda pela faculdade. Joana morara quatro anos na Finlândia e se apresentava semanalmente em um pequeno bar da capital. O destino fez que com as três mulheres solteiras se encontrassem em uma cadeira monótona da faculdade. Elas se sentaram bem no fundo da sala e conversavam normalmente até descobrirem que juntas poderiam formar uma banda. No mesmo dia já foram para a casa da Cláudia onde possuía um pequeno estúdio. Ensaiaram durante várias horas e se divertiram muito com aquele ensaio. Beberam alguns drinks para comemorar o início oficial da banda Só mulheress. Os dias seguintes foram intensos e elas se encontravam todos os dias. As mulheres solteiras decidiram que precisavam fazer um show e a meta era se apresentar na festa de encerramento da semana da comunicação na faculdade. Elas gravaram um single e deixaram na secretaria. Dias depois, eram as mulheres solteiras mais famosas da faculdade e não existia mais ingressos para o show. Procure mulheres solteiras aqui!

A firma só de mulheres solteiras

Ana estava desempregada e precisava de um emprego urgentemente. Ela era mãe de três filhos e o custa da família era alto. A maioria das amigas estava descontente nos empregos pela falta de respeito com as mulheres solteiras e a quantidade absurda de privilégios para os homens. As mulheres solteiras exerciam somente cargos abaixo de chefias sendo que eram muito mais qualificadas que os próprios chefes. Ana sentiu que o cenário era positivo para ela realizar algo que tinha lido em uma reportagem de uma revista britânica. Ana decidiu montar uma empresa que seria composta somente com mulheres solteiras. Escolheu que investiria no ramo das bijuterias e dias depois já estava selecionando mulheres solteiras para exercerem o cargo. A empresa começou em uma loja muito pequena na avenida Assis Bresil. Alguns anos depois, a loja finalmente consegiu alugar um espaço em um grande shopping da capital. Atualmente, Dibus bijuteria está com três lojas na cidade e emprega mais de 40 mulheres solteiras. Um verdadeiro sucesso que nasceu de uma época muito triste.
Ver mais fotos

Amigos

Cristina (23)

Maria (19)

anatorres (28)

Felicidade (29)

oliveira (24)

Fernanda (23)

Já é um membro?